Home Notícias Pastoral da Comunicação é uma pastoral de serviço e comunhão

Pastoral da Comunicação é uma pastoral de serviço e comunhão

por Marcus Tullius

O coordenador nacional da Pastoral da Comunicação da CNBB, Marcus Tullius, e a secretária nacional da Pascom, Patrícia Luz, foram formadores de uma das seis trilhas de comunicação que movimentou o segundo dia do Muticom, com tema “Pastoral da Comunicação – Método de Implantação”.

Os palestrantes apresentaram passos para a implantação e o bom êxito da Pascom e disseram que essa criação não se resume no fazer, mas que o fazer é só um dos quatro eixos. “A Pascom desenvolve-se em quatro eixos: a formação, a articulação, a produção e a espiritualidade”, informaram.

O coordenador Marcus Tullius explicou que “todos os agentes da Pascom são discípulos e missionários da comunhão. A Pascom não é uma pastoral que se encerra em suas próprias atividades, ela é uma pastoral de serviço, que auxilia as outras pastorais no seu serviço de evangelização”.

Por fim, eles deram os quatro passos de implantação da Pascom. O primeiro é conhecer a realidade como um todo, mas  particularmente no que tange à comunicação; sensibilizar as pastorais, movimentos e comunidades da necessidade da Pascom para a ação evangelizadora da Igreja; formar os agentes da Pascom, segundo suas peculiaridades para potencializar a comunicação; e manter os trabalhos de formação, articulação, produção e espiritualidade, com base num Projeto de Comunicação. Marcus Tullius e Patrícia Luz explicaram ainda que a Pascom “ganha sentido quando contribui com as demais pastorais”.

Texto: Marcos Paulo Mota, Acadêmico de Jornalismo da PUC Goiás | Fotos: Rudger Remigio 

Você pode gostar