Como foi escolhido o tema do Mutirão de Comunicação 2021?

Como foi escolhido o tema do Mutirão de Comunicação 2021?

05/11/2020 . Notícias do Muticom

Por uma comunicação integral: o humano nos novos ecossistemas

A construção e escolha do tema do Mutirão de Comunicação 2021 coube ao Grupo de Reflexão sobre Comunicação da CNBB. Formado por pesquisadores e profissionais da área, o grupo levou em consideração a necessidade de discutir um tema de relevância social e pastoral. O coordenador do grupo e professor da PUC Minas, professor Dr. Mozahir Salomão Bruck, descreveu como foi essa escolha:

A construção do tema do Mutirão de Comunicação 2021 considerou a urgência de respostas efetivas aos desafios que as várias frentes hoje de defesa da dignidade e da liberdade humanas experimentam, em destaque na comunicação,  e que se dão de variados modos nas mais distintas sociedades.

Com a inscrição “Por uma comunicação integral”, o tema se define, em primeiro lugar, como a inarredável defesa política e social de uma comunicação democrática, horizontalizada e responsável. É um tema, mas também um lema, pois se coloca como um brado, um grito de inclusão dos que são marginalizados, impedidos de se manifestarem e de darem-se a  conhecer em seus modos de ver e de dizer o mundo. Comunicação integral, também, na abertura que deve existir em relação ao outro; em uma postura verdadeiramente dialógica e na consideração das diferenças e do direito humano de todos a se comunicar.

E tal valorização do humano na comunicação não pode desconsiderar que essa caminhada só será plena se, de modo efetivo, prevalecer a coragem de nos abrirmos e enfrentarmos as complexidades do mundo contemporâneo em termos político-ideológico-culturais que são acentuadas pelo contexto digital dos processos comunicacionais e os novos ecossistemas aí engendrados. Considerar a relevância do chamado midiacentrismo, mas perceber a força que emerge das relações construídas face a face. Trazer para a agenda de debates sobre a comunicação, o horizonte de reflexão do “humano nos novos ecossistemas” denota exatamente dispor-se a esta interface entre a defesa dos valores fundamentais e as perspectivas históricas e atuais da comunicação na Igreja de valorização das ações espontâneas e institucionais de construção de processos marcados pela participação coletiva e solidária. A comunicação que nasce e se revigora, enfim, de uma ética solidária que tenha a vida humana como centro de tudo. Uma comunicação integral para um mundo que se reconfigurou e em que tudo está interligado.

Veja Também

Promoção:
Realização:
Apoio:
TRANSPORTADORA AÉREA OFICIAL:
AGÊNCIA DE VIAGENS EXCLUSIVA:
Patrocinadores: